Flexibilização Curricular

|

Uma das principais tendências da educação é a flexibilização curricular.

O objetivo é levar para a sala de aula a discussão sobre assuntos em pauta na sociedade e que fazem parte do cotidiano dos estudantes. Por exemplo, a sustentabilidade, os direitos humanos, a tecnologia, a igualdade social e as questões de gênero.

Com a flexibilização curricular, existe a oportunidade de construir uma nova abordagem e uma formação escolar mais diversificada. Dessa maneira, é possível adaptar o ensino às necessidades individuais de cada aluno — tornando, assim, a sala de aula muito mais democrática e inclusiva.

Uso da tecnologia

Em um mundo cada vez mais conectado, tecnologia e educação podem andar de mãos dadas. Diversas escolas já se valem dos inúmeros benefícios das ferramentas digitais no ensino – aprimoramento na qualidade da educação, aulas mais atraentes, aproximação dos alunos com professores, auxílio no desempenho escolar e estímulo ao conhecimento e à troca de ensinamentos.

Fonte: Escolas Disruptivas

Flexibilização Curricular

:

Uma das principais tendências da educação é a flexibilização curricular.

O objetivo é levar para a sala de aula a discussão sobre assuntos em pauta na sociedade e que fazem parte do cotidiano dos estudantes. Por exemplo, a sustentabilidade, os direitos humanos, a tecnologia, a igualdade social e as questões de gênero.
Com a flexibilização curricular, existe a oportunidade de construir uma nova abordagem e uma formação escolar mais diversificada. Dessa maneira, é possível adaptar o ensino às necessidades individuais de cada aluno — tornando, assim, a sala de aula muito mais democrática e inclusiva.

Uso da tecnologia

Em um mundo cada vez mais conectado, tecnologia e educação podem andar de mãos dadas. Diversas escolas já se valem dos inúmeros benefícios das ferramentas digitais no ensino – aprimoramento na qualidade da educação, aulas mais atraentes, aproximação dos alunos com professores, auxílio no desempenho escolar e estímulo ao conhecimento e à troca de ensinamentos.

Fonte: Escolas Disruptivas

Flexibilização Curricular

:

Uma das principais tendências da educação é a flexibilização curricular.

O objetivo é levar para a sala de aula a discussão sobre assuntos em pauta na sociedade e que fazem parte do cotidiano dos estudantes. Por exemplo, a sustentabilidade, os direitos humanos, a tecnologia, a igualdade social e as questões de gênero.

Com a flexibilização curricular, existe a oportunidade de construir uma nova abordagem e uma formação escolar mais diversificada. Dessa maneira, é possível adaptar o ensino às necessidades individuais de cada aluno — tornando, assim, a sala de aula muito mais democrática e inclusiva.

Uso da tecnologia

Em um mundo cada vez mais conectado, tecnologia e educação podem andar de mãos dadas. Diversas escolas já se valem dos inúmeros benefícios das ferramentas digitais no ensino – aprimoramento na qualidade da educação, aulas mais atraentes, aproximação dos alunos com professores, auxílio no desempenho escolar e estímulo ao conhecimento e à troca de ensinamentos.

Fonte: Escolas Disruptivas