Instituto AIPI divulga os projetos vencedores do edital Educação com Cidadania

Ao todo, 5 organizações de diversas regiões do país vão receber até R$ 30 mil para implementar e executar seus projetos

O Instituto AIPI acaba de anunciar o resultado do edital Educação com Cidadania, iniciativa para a implementação de projetos que estimulem a cidadania e o papel mais proativo na área da educação, em várias regiões do Brasil.

Em parceria com o Instituto de Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e apoio da marca de papel para imprimir e escrever – Chamex, o edital contemplou 5 organizações em quatro estados: “Programa Liderança Comunitária”, da Associação Junior Achievement de Pernambuco,  Recife ; “Jornada do Educador da Cidadania: uma formação para educadores que devem levar a cidadania ativa para seus estudantes”, da Mobis, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul ; “Jornada da Educação: brincando com os ODSs”, da Aldeias Infantis SOS Brasil, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul; “Cidadania e água limpa: direito de todos”, da Associação Educacional Evangélica Luterana de Teófilo Otoni, Minas Gerais ; e, por fim, o projeto “Disseminar a prática do descarte consciente dos resíduos domiciliares”, da Associação de Moradores do Barro Vermelho e Santa Luiza de Vitória no Espírito Santo.

Cada instituição vai receber até R$ 30 mil para implementar ações que, por meio da educação, estimulem o exercício da cidadania ativa e despertem a consciência crítica e a criatividade necessárias para articular e mobilizar as pessoas em ações sociais transformadoras.

Para Mariana Claudio, gerente executiva do Instituto AIPI, a educação é um potente instrumento de desenvolvimento social: “Acreditamos na educação como instrumento de transformação da sociedade, esse é o nosso papel. Selecionamos com muito cuidado os projetos para estimular cada vez mais a formação de cidadãos ativos e engajados”, afirma.

O Instituto AIPI foca seus esforços em dois pilares principais: “despertar a cidadania, oferecendo formas, conteúdos e capacitação para as escolas e centros de formação para que trabalhem temas que despertem a proatividade e a responsabilidade da cidadania nas pessoas; e “gerar transformação”, identificando, selecionando e capacitando pessoas e instituições com potencial para impulsionar seus projetos de impacto social nas comunidades das quais a empresa é parte.